Quem está decorando a casa sempre busca por referências e o que está in voga no design de interiores para deixá-la ainda mais bonita, aconchegante e confortável, não é mesmo? Por isso, resolvemos falar hoje sobre uma das tendências em alta no momento: o uso de móveis vintage para complementar os ambientes.

Alguns dos motivos que explicam o fato de essa decoração ganhar cada dia mais adeptos está no resgate do passado, na valorização do que é antigo e principalmente no prazer de ter um decór que vai muito além de enfeitar os espaços. Afinal, cada peça tem uma história e é capaz de evocar diferentes sentimentos e memórias.

Se você também tem interesse em saber como trazer esse estilo repleto de nostalgia que mescla o vintage e o retrô para repaginar os cômodos do seu imóvel, confira nossas dicas!

1. Restaure móveis antigos

A primeira dica é restaurar peças antigas do mobiliário, seja do apartamento pequeno dos seus pais ou da residência dos seus avós, por exemplo. Pode ser aquela penteadeira suntuosa, o aparador charmoso com linhas redondas, o rack pequeno e com os pés à mostra etc.

Isso porque muitos desses itens não estão inutilizáveis. Ao contrário, com uma demão de tinta, um laqueamento, um pequeno reparo nas portas/gavetas ou a substituição dos puxadores, eles ganham uma cara nova ao mesmo tempo que mantém as características marcantes que possuem.

Afinal, a reutilização de objetos originais de outras épocas é a essência por trás dos móveis vintage. Ou seja, você terá não apenas uma mobília exclusiva e diferenciada, mas principalmente uma fonte de lembranças da sua família. Maravilhoso, não é?

Ah, e de quebra você ainda economiza na hora de decorar o lar, já que o processo de restauração sai bem mais em conta que adquirir um móvel novo.

2. Utilize papéis de parede

Uma vez que você seguiu nossa dica anterior, é hora de transformar os ambientes em volta dos móveis vintage. Para isso, que tal utilizar papéis de parede retrô? No mercado existem diferentes modelos que fazem uma releitura das versões que eram os xodós de décadas atrás, em especial entre os anos 20 e 60, como os de listras, chevron e poá.

Mas não acaba aí, já que você também encontra os estampados florais, geométricos e étnicos que fizeram muito sucesso. Sem mencionar, é claro, os que fazem referência ao pop art e ao animal print. Logo, não faltam opções para diversificar os cômodos e dar um toque pessoal a cada canto da sua casa.

E sabe qual a outra vantagem dos papéis de parede fora proporcionar uma verdadeira viagem no tempo por meio de padronagens únicas? É que eles têm um excelente custo-benefício e são fáceis e práticos de aplicar, o que dispensa a necessidade de mão de obra para esse serviço, já que você mesmo pode fazer.

3. Invista nos acessórios

Por fim, não deixe de investir nos acessórios decorativos. Tenha em mente que esses pequenos detalhes vão lhe permitir explorar novas tonalidades, esbanjar formatos ímpares e, claro, dar mais personalidade a cada recinto. Muitas dessas peças, inclusive, podem ser vintage ou ter um visual retrô.

Vasos, quadros, luminárias (abajures, pendentes etc.), tapetes, telefones, almofadas, espelhos e relógios são alguns exemplos que podem trazer mais vida e cor para o seu imóvel. Portanto, abuse da criatividade e crie pontos de destaque nos mais diferentes espaços!

Viu só como é fácil criar uma atmosfera repleta de nostalgia em casa usando móveis vintage, acessórios decorativos e papéis de parede? Então siga as nossas dicas e transforme seu lar! Aproveite também e veja nossas sugestões de como decorar sem gastar muito!


Rejanedrumond
Rejanedrumond

Apaixonada pela criatividade, pela beleza nas pequenas coisas e pela alegria que move a vida. Acredita que a arquitetura é feita para melhorar a vida das pessoas, seja pelo prazer de estar em uma casa bonita, na praticidade de usar um espaço bem pensado ou na proteção e conforto de uma edificação.

Leave a Reply

Your email address will not be published.