Como fazer um banheiro acessível?

Ao planejarmos um espaço devemos saber para quem estamos projetando. Entretanto, levamos sempre em consideração a acessibilidade, para que sempre, o espaço seja projetado para todos, sem restrições.

É importante pensar que todos estamos sujeitos a passar por “um período de deficiência”, seja ela por motivos de gravidez, acidentes, pós-operatório. E, nem só os cadeirantes são atendidos pelos espaços adaptados. Pessoas com mobilidade reduzida como obesos e idosos também precisam desse cuidado.

O banheiro é um espaço utilizado por todos, diariamente. Portanto, é necessário que haja uma atenção quanto a funcionalidade dele, principalmente em casos especiais em que é requerida uma adaptação. O espaço adaptado deve prover a mesma experiência de autonomia que um não adaptado para o seu usuário.

Nesse texto, apresentamos os parâmetros estabelecidos pela NBR 9050, de 2015 – Acessibilidade a edificações, mobiliário, espaços e equipamentos urbanos, para um banheiro acessível.

Os banheiros adaptados em edificações públicas e espaços de uso público e coletivo são obrigatórios. Eles devem possuir: fácil acesso; serem localizados próximos das circulações principais em rotas acessíveis; sinalizados e possuir entrada independente. Já em ambientes residenciais, podem ser instalados para o conforto e segurança do morador.

As dimensões exigidas pela norma para que haja garantia do posicionamento adequado das peças sanitárias e conforto e segurança do usuário são:

Desníveis: devem ser evitados. Se no máximo 5mm, pode ser desconsiderado. De 5mm a 2cm, deverá ser preenchido com um uma superfície inclinada de 50%

Porta: devem ter largura mínima de 0,80 m

Maçanetas: devem ser do tipo alavanca

Torneiras/Chuveiro: devem ser preferencialmente de pressão e monocomando

Horizontais: Na parede lateral, 0,80m posicionada a 0,75m do piso a uma distância de 0,40m do eixo da bacia. Na parede do fundo, 0,80 m, posicionada a 0,75 m de altura do piso com uma distância máxima de 0,11 m da sua face externa à parede e estendendo-se 0,30 m além do eixo da bacia em direção à parede lateral,
Vertical: 0,70 m, posicionada a 0,10 m acima da barra horizontal e 0,30 m da borda frontal da bacia sanitária

Barras de apoio:Banheiro acessível

Bacia sanitária: não pode possuir abertura frontal e devem estar a uma altura entre 0,43 e 0,45m do piso (medida sem o assento)

Boxes: dimensão mínima: 0,90 x 0,95

Já os acessórios comumente encontrados em banheiros também possuem especificações e devem ser posicionados em uma faixa de alcance acessível:

Espelhos: É recomendável que sejam instalados entre 0,50 m até 1,80 em relação ao piso

Papeleiras: Não podem ser instaladas abaixo de 1,0m de altura do piso para não atrapalharem o acesso a barra

Porta objetos: Altura entre 0,80m e 1,20m de forma que não interfira nas áreas de manobra

 

banheiro acessível

 

É possível criar banheiros que estejam dentro da norma, sejam funcionais e bem decorados. Separamos alguns exemplos para inspirar vocês!

Casa Cor Mato Grosso do Sul, assinado pelos designers de interiores Roberto Araújo e Grace Bello. Fonte: Casa.

Casa Cor Mato Grosso do Sul, assinado pelos designers de interiores Roberto Araújo e Grace Bello. Fonte: Casa.

Banheiro P.N.E. Fonte: MAM

Banheiro P.N.E. Fonte: MAM

Banheiro infantil P.N.E. Fonte: MAM

Banheiro infantil P.N.E. Fonte: MAM

 

Gostou? Cadastre e receba mais dicas úteis como essa!

About The Author

Rejanedrumond

Apaixonada pela criatividade, pela beleza nas pequenas coisas e pela alegria que move a vida. Acredita que a arquitetura é feita para melhorar a vida das pessoas, seja pelo prazer de estar em uma casa bonita, na praticidade de usar um espaço bem pensado ou na proteção e conforto de uma edificação.

Leave A Response

* Denotes Required Field