7 dicas para planejar uma sala de jantar incrível!

A sala de jantar é palco de muitas celebrações felizes em família e também entre amigos. Muitos aniversários, ceias de Natal e outras comemorações importantes acontecem em volta de uma mesa de jantar. Um lugar tão importante merece sempre estar bonito e preparado para mais ocasiões marcantes, você não acha?

Por isso, antes de começar a transformar o seu cômodo, é importante fazer um planejamento completo — inclusive financeiro, para que não haja surpresas no orçamento. Com base em suas referências, faça a famosa pesquisa de preço. Em determinados casos, o mesmo móvel pode ter valores distintos de uma loja para outra.

Para você não errar na hora de planejar uma sala de jantar incrível, preparamos 7 dicas sensacionais. Confira!

1. Comece escolhendo a mesa para a sala de jantar

A mesa deve ser o ponto de partida do projeto da sua sala de jantar, sempre respeitando o espaço que você tem disponível. Saber a metragem do ambiente é muito importante para ter noção das dimensões dos móveis.

Como base, lembre-se de que a medida mínima entre a parede e a mesa deve ser de 90 cm, sendo 1,20 m a medida ideal para a circulação no ambiente. Se o tamanho do cômodo for reduzido, não se preocupe. Ainda assim é possível ter o local finamente decorado.

Uma peça-chave para decorar a sala de jantar com pouco espaço é utilizar uma mesa extensível. Esse móvel alia versatilidade e funcionalidade, bastando abri-lo para ganhar mais lugares à mesa.

Quanto ao modelo, a escolha vai depender do formato da sala. Mesas redondas tendem a se adaptar melhor a pequenos espaços. Isso porque melhoram a circulação e não possuem quinas, sendo mais fácil acomodar mais um convidado. Se você optar pela extensível, use-a aberta para receber mais pessoas e volte a ganhar espaço em dias normais. Basta fechá-la.

mesa de jantar redonda

mesa retrátil via casa cludia

2. Não se esqueça das cadeiras

De nada adianta ter uma bela mesa se as cadeiras forem desconfortáveis e fora do contexto da decoração. A experiência de saborear uma boa comida à mesa depende de pequenos detalhes. Por isso, dedique atenção também às cadeiras.

Complemente o visual da mesa de jantar com cadeiras que podem ter utilidade em outros ambientes, como na sala (durante o cotidiano), mas que também sirvam de assentos para jantares quando necessário.  Considere combinar sua mesa com cadeiras transparentes e encosto baixo para não poluir o ambiente com muita interferência visual.

cadeiras-diferentes-mesa-de-jantar-via casa e decor

3. Opte por móveis funcionais para pequenos espaços

Apartamentos com metragem reduzida precisam de otimização do espaço. Por isso, dê preferência aos móveis com pegada funcional. Por exemplo, um aparador com espaço de armazenamento é ideal para guardar as louças e talheres que são usados com pouca frequência.

espelho é um item coringa na sala de jantar, pois cria a impressão de amplitude, aumentando o ambiente. Outra boa solução é pensar em uma sala planejada. Dessa forma é possível alinhar todas as necessidades dos moradores e executar o projeto completo, desde a parte de iluminação até a decoração.

aparador e espelho. Fonte Casa de Valentina

4. Modernize móveis antigos se o orçamento for baixo

Para dar um toque de ousadia ao ambiente sem gastar muito, que tal procurar os móveis antigos da família? Uma mesa de jantar esquecida na casa da vovó ou um aparador podem ganhar um “banho de loja” e se tornar uma peça de destaque.

Para fazer uma decoração em conta, busque inspiração em referências online. Com uma mão de tinta e outras técnicas é possível ter um móvel antigo com ares de novinho em folha e, o melhor, feito por você!

moveis repaginados via minha casa minha cara

5. Aposte na iluminação para criar um ambiente acolhedor

iluminação é um dos pontos fundamentais em uma sala de jantar. Ela é responsável por dar um clima mais aconchegante ao espaço. O ideal é que haja um ponto de luz alinhado ao centro da mesa, como um lustre ou luminária. Desta forma a luz se espalha igualmente por toda a extensão do móvel. A distância ideal do ponto de luz em relação ao chão deve ser de 1,50 cm.

Isso não quer dizer que não possa haver outro tipo de iluminação nessa área. A iluminação difusa, utilizando luzes indiretas por meio de plafonds também cai muito bem para esse cômodo. Assim como dimmers, que regulam a intensidade de luz.

6. Leve em consideração a influência das cores

Ambientar a sala de jantar com uma cor clara, seja na parede ou nos móveis, dará uma impressão de amplitude ao local. Da mesma forma, cores escuras tornarão o espaço mais fechado, com sensação de ser menor do que realmente é. Para que o cômodo não fique monocromático, opte por acessórios coloridos, como vasos e flores para criar pontos de cor.

Outra dica bacana é usar porcelanas coloridas. Se você não tem um conjunto de louça completo, combine estilos diferentes, tendo sempre um motivo que confira unidade às peças. Por exemplo, pode ser a textura do item ou uma cor em comum. Misturar estilos de louça está na moda e confere à ocasião um tom despojado e criativo.

foto Svenska Mäklarhuset

7. Se surgir uma dúvida, procure uma consultoria

Em alguns casos, mesmo com bastante pesquisa, ainda restam dúvidas sobre como decorar a sala de jantar. Se isso ocorrer com você, que tal buscar uma consultoria em arquitetura? Arquitetos e designs são gabaritados para orientar e oferecer as maneiras ideais de harmonizar o ambiente.

Seja por uma estrutura que está localizada em ponto crítico do cômodo, ou pelo formato do espaço, a consultoria vai auxiliar o morador a encontrar melhores soluções para esses pontos, transformando a sala de jantar em um espaço funcional e aconchegante.

Deixar a casa bonita, confortável e com a sua cara são os desejos da maioria das pessoas que estão começando a adornar o próprio lar. Se você já está pensando em começar a decorar mais um cantinho do seu lar, confira estas dicas sobre como preparar um lindo jardim com deck!

About The Author

Rejanedrumond

Apaixonada pela criatividade, pela beleza nas pequenas coisas e pela alegria que move a vida. Acredita que a arquitetura é feita para melhorar a vida das pessoas, seja pelo prazer de estar em uma casa bonita, na praticidade de usar um espaço bem pensado ou na proteção e conforto de uma edificação.

Leave A Response

* Denotes Required Field