Quando se adquire uma casa muitas áreas e cômodos do local passam por adaptações, de modo que eles ganhem uma repaginada para agradar aos novos proprietários. Um desses locais é o jardim, parte importante do imóvel. 

O jardim é um espaço que faz toda a diferença no imóvel. Apesar de ele estar localizado do lado de fora da casa, a sua organização e beleza podem contribuir para a valorização da residência. 

Justamente por isso, encontrar meios de ambientalizar o jardim pode ser fundamental para criar o cenário que se deseja e garantir que ele atenda às preferências do proprietário. 

Em imóveis novos, pode ser que se precise pensar na organização desde o princípio, aplicando os elementos de acordo com um projeto que se tenha para o local. 

Mas pode ser que já exista um jardim montado no imóvel, de maneira que se deve buscar opções que ajudarão na montagem do ambiente que se deseja.

Mesmo que a área externa de uma casa seja muitas vezes esquecida, ela também conta com os mais diversos itens: eles podem ir desde uma cerca elétrica residencial até um banco de madeira, que acomoda quem está desfrutando do espaço. 

Nesse sentido, a ambientação do jardim é uma ação importante, que pode fazer toda a diferença no hall de entrada da residência. 

Se você deseja adaptar o espaço na sua casa, mas não sabe como dar início a esse processo, siga na leitura deste conteúdo e conheça algumas dicas que vão ajudar nessa tarefa. 

O que é a ambientação?

Quando se elabora um projeto de iluminação pública, é fundamental que os responsáveis pelo trabalho conheçam a área e as especificidades que ela apresenta, de modo que a implementação do projeto possa suprir as necessidades do local. 

Por isso, quando se muda para um novo imóvel, é indispensável que se otimize o espaço, garantindo que cada cômodo da casa esteja devidamente adaptado para a sua função, levando em conta a beleza e o conforto que se espera. 

Nesse cenário entra a importância da ambientação do jardim: construir um espaço, levando em conta as características que ele deve ter, as necessidades da casa e o que se espera do local. 

Sendo assim, entre os principais pontos da ambientação estão:

  • O tipo de espaço que se deseja criar;
  • Buscar pelo mobiliário mais apropriado;
  • Trazer funcionalidade para a área;
  • Definir a decoração que será aplicada.

01. Que tipo de espaço você deseja criar?

Ao contratar uma reforma de alto padrão para um imóvel, o proprietário deseja renovar a sua residência e dar novos ares para ela, otimizando a sua utilização, ao mesmo tempo em que confere uma nova aparência geral na casa. 

Dessa forma, quando se pensa na ambientalização do jardim, é importante definir o que se espera desse espaço, de maneira que o local seja projetado para atender às expectativas em relação ao tipo de área que se deseja ter no imóvel. 

Ou seja, é preciso entender se o jardim será apenas uma área visual, onde a beleza é priorizada mas que não vai passar disso, ou se na verdade a ambientação tem o intuito de criar um local onde se pode realizar diversas atividades, tornando-a útil para os moradores. 

02. Buscar pelo mobiliário apropriado

Se a escolha em relação ao ambiente é tornar o jardim uma área útil, o próximo passo pode ser buscar pelo mobiliário apropriado, que será responsável por acomodar confortavelmente quem deseja desfrutar da área. 

Nesse aspecto, é preciso levar em conta as especificidades do local, que vão incluir a existência ou não de uma cobertura da parte externa da casa, mas também a presença de elementos que precisam ser facilmente acessados no dia a dia. 

Se a casa possui uma piscina, por exemplo, e o local de manutenção de bomba de água for próximo ao jardim, é fundamental saber como alinhar os móveis na área para que o espaço esteja livre para acesso.

Além disso, se o jardim fica totalmente ao ar livre, o tipo de móvel que será usado deve levar em conta as mudanças climáticas, como chuvas constantes na região, a forte incidência solar, e outros fatores que podem influenciar na durabilidade das peças. 

Sendo assim, escolher o mobiliário apropriado faz parte da ambientação do jardim de qualquer imóvel.

03. Trazer funcionalidade para a área

Que o jardim pode ser uma das áreas mais bonitas e encantadoras de uma residência, disso ninguém duvida. Mas ele não precisa ser somente isso. 

Trazer funcionalidade para a área é uma maneira interessante de ambientalizar o jardim, para que ele seja mais frequentado pelos próprios moradores da casa, mas também pelas visitas e convidados. 

Para quem gosta de realizar leituras ao ar livre, por exemplo, uma boa sugestão é investir em uma mobília que traga aconchego, para que se possa desfrutar de um momento de lazer em um ambiente agradável. 

Isso pode ser feito tanto durante o dia, aproveitando a luz natural, quanto de noite, bastando que o proprietário encontre uma distribuidora de lampadas led e invista em iluminação para o período noturno. 

Além disso, o jardim também pode ser utilizado para confraternizações ou para partidas de jogos de tabuleiro, de maneira que planejar o uso de mesas e cadeiras é essencial. 

De fato, é importante trazer funcionalidade para o seu jardim, de modo que ele seja utilizado não apenas como uma área decorativa, mas como um ambiente interessante da sua casa. 

04. Definir a decoração

Por fim, uma boa ambientação do jardim também inclui a decoração. Garantir que os elementos utilizados para embelezar o local contribuam para uma experiência agradável no espaço é fundamental para complementar a satisfação com o lar. 

Além disso, um jardim bem decorado contribui para a valorização do imóvel, fazendo com que o seu valor de mercado cresça de modo positivo. 

Afinal, encontrar boas residências que ofereçam uma área externa verde é cada vez mais difícil em grandes centros urbanos, de maneira que esse tipo de casa costuma ser bastante procurada e valorizada.

Se você reconhece a importância da decoração do seu jardim, mas ainda não investiu nesse aspecto, algumas dicas podem ajudar nesse processo. Conheça-as a seguir. 

Dicas de decoração para jardim

Para garantir um jardim bem decorado, é preciso ter conhecimento sobre o assunto, para que se possa desenvolver um projeto ideal, considerando as características do seu imóvel. 

Assim como existem empresas de consultoria ambiental, é possível contratar um estabelecimento especializado em decoração e paisagismo, que poderá idealizar um projeto personalizado para o seu lar. 

Mas para que você tenha maiores subsídios para solicitar o que deseja, é interessante conhecer algumas tendências e dicas. 

Invista nas paredes

O jardim de uma casa não precisa ser composto apenas de um gramado verde. As paredes do entorno, sejam as do muro ou as da própria edificação, também podem compor o cenário. 

Por isso, não deixe de pensar em um jardim vertical, onde várias espécies de plantas podem ser fixadas para garantir uma área natural e bastante verde. 

Use vasos, luminárias e outros artigos decorativos para montar uma parede bonita, que vai valorizar o local. 

Aposte no uso de vasos bonitos

Se a área externa da sua casa não possui um gramado, mas sim seixos para jardim, uma sugestão interessante é apostar no uso de vasos, plantando mudas que vão se desenvolver e deixar o ambiente bastante florido. 

Aposte no uso de recipientes com diferentes tamanhos, que vão conferir um cenário bastante interessante na área externa do imóvel. 

Em conjunto, pode-se utilizar também uma pequena fonte de água, que traz maiores momentos de relaxamento, ao mesmo tempo em que deixa o local mais bonito. 

Fazer um desenho no piso

Uma tendência de paisagismo que tem sido aplicada em projetos de decoração é o desenho no piso, mesclando o gramado com o uso de pedras, madeira e azulejos. 

Por isso, uma dica valiosa para embelezar o espaço é idealizar um formato diferenciado no piso, utilizando os elementos mencionados para criar um caminho até o mobiliário utilizado no local, ou também para que se possa entrar e sair da casa sem pisar na grama. 

Considerações finais

A ambientação do jardim da sua casa pode ser fundamental para ter uma área externa agradável e aconchegante. 

Nesse sentido, saber que tipo de espaço se deseja construir e as funcionalidades que ele pode ter são os primeiros passos para o desenvolvimento de um projeto personalizado para o seu imóvel. 

Afinal, assim como uma empresa de portaria virtual precisa oferecer os seus serviços, levando em conta as especificidades do cliente, a ambientação de um jardim depende do que se espera dele, e de como se pretende utilizá-lo no dia a dia. 

Sendo assim, não deixe de passar por essas etapas, concluindo o processo com a escolha da mobília ideal e com uma decoração elegante e atrativa, que fará com que a sua casa fique deslumbrante. 

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos


Rejanedrumond
Rejanedrumond

Apaixonada pela criatividade, pela beleza nas pequenas coisas e pela alegria que move a vida. Acredita que a arquitetura é feita para melhorar a vida das pessoas, seja pelo prazer de estar em uma casa bonita, na praticidade de usar um espaço bem pensado ou na proteção e conforto de uma edificação.

Leave a Reply

Your email address will not be published.