O telhado verde está longe de ser uma moda inventada para responder a tão falada sustentabilidade. Os registros históricos mostram que ele é uma técnica construtiva muito antiga. Um dos mais famosos da antiguidade são os Jardins Suspensos da Babilônia. Esses são uma das maravilhas do mundo e a menos conhecida, já que não foi encontrado algum vestígio do monumento nos sítios arqueológicos.

Voltando aos tempos atuais, o telhado/cobertura verde ou jardim suspenso é um sistema construtivo que consiste em uma camada vegetal feita com grama ou plantas instalada em lajes ou sobre telhados convencionais. A principal vantagem é proporcionar conforto térmico e acústico nos ambientes internos. Conforto térmico e acústico é quando você entra em algum ambiente e não sente entrando em um forno elétrico ligado, nem ouve todos os sons “encomodantes” do lado de fora. Após a instalação de uma cobertura verde em uma laje, a temperatura da superfície reduz cerca de 15°C, interferindo assim, na temperatura interna. Além de melhorar sua vida dentro de casa, essa cobertura aumenta as áreas verdes e melhoram o ambiente ao seu redor diminuindo a ilha de calor que se forma nos lugares com pouca vegetação. Agora imagina uma cidade inteirinha usando o verde nos telhados das suas construções! Estudos mostram que a utilização em larga escala poderia reduzir em torno de 10ºC a temperatura nas grandes cidades. É ou não é tudo de você queria na vida?

telhado verde são paulo

Ilustração do centro de São Paulo com todos as coberturas sendo telhados verdes
Imagem via: Instituto Cidade Jardim

O que não falta são vantagens para o seu uso. As vantagens vão desde a eficiência energética nas edificações até o aumento da biodiversidade local. Sem contar que o telhado verde ajuda na redução da poluição, melhora a qualidade do ar, diminui a poluição sonora além de ser uma iniciativa eficiente na busca por mais espaços verdes nos centros urbanos. As possíveis desvantagens estão no custo da construção que poderá ser recompensada pela economia de energia e, em caso de má implantação, os transtornos com a infiltração.

telhado verde

 Bar House in California
studio Feldman Architecture

 Como construir?

Agora que você já sabe o que é essa belezura, vamos ver como se faz! Há várias soluções no mercado para se fazer o telhado verde, porém vou mostrar algumas mais comuns. Se for feito de telhas de cerâmica, é preciso retirá-las e colocar placas de compensado que servirão de base para a cobertura vegetal. Ali serão colocados a terra e o adubo para o crescimento das plantas. Mantas onduladas, para impedir que o substrato escorra, mantas de impermeabilização para evitar infiltrações na casa, e dutos de irrigação e drenagem também fazem parte do projeto de um telhado verde.

telhado-verde

Telhado verde inclinado.
Imagem via: Blog de decorar
 

Já se o telhado for simplesmente uma laje, é preciso impermeabilizá-la e verificar se ela possui pelo menos uma inclinação de 2% para escoamento da água. Certifique-se com um engenheiro se a edificação pode suportar a carga a mais que os substratos e as plantas vão exigir. O processo de construção também é bastante simples, veja a seguir:

1- Impermeabilize a área onde será implantado o telhado verde. Você poderá usar lona ou manta asfáltica e uma manta vinílica para reforçar a impermeabilização.

2- Utilizar uma manta drenante. Essa manta serve para filtrar a água evitando que as partículas de areia, terra ou as raízes se soltem e sejam despejadas nas tubulações de queda de água da chuva. A manta deve ser estendida sobre a superfície impermeabilizada.

3- Sobre a manta utiliza-se argila expandida que é um bom substrato por ser leve e eficaz. A camada da argila expandida serve para impedir o apodrecimento de raízes da espécie cultivada e também facilita o escoamento de água que recebe durante as chuvas. Além disso a argila contribui para manter a última camada  da cobertura bem arejada.

4- Utiliza nova camada de manta drenante por cima da argila expandida. esse detalhe impedirá que a argila se mistura com a terra de cultivo. 

5- Coloque a uma camada de terra adubada de até 10cm.

6-Posicione ou plante as espécies de cultivo. Para os telhados verdes são indicados espécies com baixo índice de crescimento, que não exijam poda e de acordo com a insolação da área.

7- Por fim instale rufos metálicos nos encontros que por ventura podem ocorrer infiltrações. 

esquema telhado verde

Telhado verde em laje impermeabilizada.
Imagem via: reforma fácil

Para regiões que ocorrem muitas chuvas é necessário fazer a rega geralmente de 6 em 6 meses, ou apenas quando houver estiagem e verificar-se a necessidade. Dá-se preferência a plantas rasteiras locais mais resistentes à chuva e à estiagem e que exijam pouca rega e poda. Outros portes de vegetação podem ser cultivadas mas é preciso avaliar toda a estrutura da edificação. A manutenção do telhado verde é parecida com a de um jardim comum e deve ser realizada de 1 à 2 vezes no ano.

guz-architects-green-house

Meera House em Singapura
Guz Architects 
 

Gostou? Cadastre e receba mais dicas úteis como essa!


Rejanedrumond
Rejanedrumond

Apaixonada pela criatividade, pela beleza nas pequenas coisas e pela alegria que move a vida. Acredita que a arquitetura é feita para melhorar a vida das pessoas, seja pelo prazer de estar em uma casa bonita, na praticidade de usar um espaço bem pensado ou na proteção e conforto de uma edificação.

Leave a Reply

Your email address will not be published.