Identificamos a importância do arquiteto em projetos ligados desde o urbanismo de cidades até o design de peças de mobiliário, por exemplo. Isso porque a arquitetura é uma profissão bastante versátil e o profissional dessa área está habilitado a atuar em ramos diversificados. Se você está pensando em construir ou fazer uma reforma na sua casa, considere contratar o serviço de um arquiteto.

No post de hoje, reunimos várias informações para ajudar você a entender melhor porque ele é o profissional mais indicado para transformar em realidade o que você apenas imagina para sua casa dos sonhos, ajudando a criar soluções inteligentes e funcionais para seu espaço. Prossiga e boa leitura!

O profissional que pensa em todas as variáveis

O arquiteto acompanha a construção da casa desde o seu projeto no papel. Uma das vantagens desse acompanhamento é que ele leva em consideração uma série de variáveis que influenciam o projeto final. Na prática, isso quer dizer que ele vai observar fatores que para leigos não têm tanta relevância como, por exemplo, a orientação solar e a direção dos ventos predominantes no local ou o tipo de solo que receberá a fundação da casa.

Todos esses fatores, se bem observados, evitarão problemas futuros para os moradores. Se você quiser que sua casa receba o sol da manhã, ou se o solo do seu terreno for encharcado, é papel do arquiteto prever a melhor forma de solucionar essas questões. O mesmo acontece se você quiser aproveitar melhor a luz externa ou a ventilação natural do seu terreno. Portanto, é função do arquiteto prever possíveis transtornos e criar a melhor casa possível para o ambiente e seus moradores.

A importância do arquiteto para a economia da obra

Engana-se quem pensa que contratar um profissional de arquitetura é inflacionar o orçamento da obra. Pelo contrário, se você considerá-lo um investimento, evitará possíveis problemas futuros que podem ir desde questões estruturais da sua construção, como fissuras no chão, até pendências com documentação junto à prefeitura.

Além disso, o arquiteto planeja os gastos do projeto e tem conhecimento profundo sobre materiais, dos mais alternativos e acessíveis aos mais refinados e de valor mais elevado. Ou seja, você terá uma consultoria competente sobre as melhores opções em revestimentos, acabamentos e afins.

Ainda neste sentido, deixar a supervisão da obra a cargo desse profissional significa economia por conta do uso correto dos materiais de construção, da cobrança de prazos junto aos profissionais envolvidos e de soluções mais rápidas e certeiras de problemas pontuais que venham a ocorrer no processo.

Percepção sobre o futuro do imóvel

A nossa casa deve acompanhar a nossa rotina ao longo da nossa vida. Nesta perspectiva, o trabalho do arquiteto visa “preparar” a casa para receber intervenções futuras. Seja na construção de um novo cômodo ou na transformação do banheiro em uma suíte no quarto do casal, é papel desse profissional planejar possíveis ampliações por meio da análise dos melhores locais para a criação de novos ambientes.

Estudos para a otimização do ambiente

É bastante comum encontrarmos em casa um cantinho que tem potencial, mas de alguma forma foi mal aproveitado. O projeto feito por um arquiteto leva em consideração a otimização dos espaços e o aproveitamento inteligente deles já na planta. E quando o assunto é a construção de um imóvel, essa atenção aos detalhes é primordial.

Imagine descobrir que um espaço poderia ter sido melhor aproveitado depois que o imóvel já estiver construído? Fazer alterações tardias significa mais gastos no orçamento.

Por outro lado, se isso já aconteceu e só depois você tomou a decisão de reformar, o arquiteto pode fazer um estudo minucioso do seu caso e apontar soluções para um melhor aproveitamento da área em questão.

Lembrando que ele faz isso sempre dentro das possibilidades que o imóvel oferece e, principalmente, de forma segura, baseado nos estudos da planta baixa do imóvel. Isso significa, na prática, que ele estuda a possibilidade de quebrar uma parede desde que essa ação não ofereça riscos estruturais à construção, por exemplo.

Projeção do imóvel segundo os desejos do cliente

Quem não sonha em ter um lar que foi construído do jeitinho que foi pensado? Através de uma longa conversa, o arquiteto identifica quais os gostos do cliente, seus desejos e suas expectativas em relação ao imóvel que será construído ou reformado. Esse primeiro contato é bastante importante para que o profissional consiga, posteriormente, traduzir no projeto todos os desejos do seu cliente.

Um bom profissional é atencioso com seu cliente, entende as suas necessidades e o orienta sobre alternativas viáveis caso haja algum entrave no projeto. O importante é que o cliente saia da reunião com a certeza de que a escolha do profissional foi acertada e que suas vontades, consideradas.

Profissional crucial do começo ao fim da obra

Confiar a obra a um arquiteto significa a entrega de um projeto completo, que vai desde a primeira conversa e análise do terreno até a entrega das chaves. As questões de legalização da obra também podem ser de responsabilidade do profissional. Ao delegar essa função ao arquiteto, ele passa a responder legalmente pela obra e deve cumprir todas as exigências necessárias.

Muitas pessoas não sabem, mas em caso de acidente no canteiro de obras, o responsável técnico é quem responde legalmente. Isso reforça a importância de um profissional competente, experiente e qualificado no comando da obra. Do contrário, as sanções legais recaem sobre o proprietário.

Busca de referências para escolha de um profissional completo

O arquiteto é um profissional completo, pois tem formação não só para traduzir e tirar do papel as necessidades de seu cliente, como também unir as essas necessidades aspectos como sustentabilidade, economia e modernidade.

Além disso, a criatividade é a mola propulsora desse profissional e ele fica satisfeito por colocar em prática as suas ideias mais mirabolantes.

Como em todas as áreas, é importante para a reputação da profissão como um todo que o cliente escolha escritórios e profissionais gabaritados e devidamente registrados nos Conselhos Regionais de Arquitetura. Essas entidades fiscalizam os profissionais e, por meio desses órgãos, o cliente pode se certificar sobre o trabalho realizado pelo arquiteto.

Agora, se mesmo depois de acompanhar nesse post as informações sobre a importância do arquiteto, as funções desempenhadas por ele e a sua relevância na montagem de uma casa ainda restar alguma dúvida sobre o assunto; uma boa consultoria online em arquitetura e decoração pode ser de grande ajuda. Acesse o site da Arquiteta Responde e conheça mais detalhes sobre todos os nossos serviços.


    1 Response to "Qual é a importância do arquiteto para a montagem de uma casa?"

Leave a Reply

Your email address will not be published.